Arquivo da categoria ‘Tutorial’

Ligar : sudo vbetool dpms on
Desligar : sudo vbetool dpms off
Anúncios

Para conferir, acesse o link: https://maps.google.com/locationhistory/b/0

imagem

Acesse:
http://penta3.ufrgs.br/PEAD/tutoriais/

Como retirar a borda do dataTable do richfaces?

Os componentes do Richfaces utilizam estilos inerentes ao Richfaces. Para alterar, basta sobrescrevê-los.

Inclua o seguinte CSS:

<style type=”text/css”>
.rich-table, .rich-table-header, .rich-table-headercell, .rich-table-cell, .rich-subtable-cell, .rich-table-footercell, .rich-subtable-footercell {
border-width:0px;
}
</style>

Para definir a propriedade “placeholder” nos componentes do richfaces 3.3.x use o seguinte:

<script>
window.onload = function () {
#{rich:element(‘idComponente1′)}.placeholder=’texto componente 1’;
#{rich:element(‘idComponente2’)}.placeholder=’texto componente 2”;
};
</script>

É possível alterar a imagem da tela de logon do Windows 7. Contudo, para isso é preciso utilizar um pequeno programa chamado “Tweaks.com Logon Changer for Windows 7”. Como não se trata de um recurso nativo do sistema, é recomendável criar um ponto de restauração antes de tudo.

Clique aqui para baixar o programa. Feito isso, execute o arquivo TweaksLogon.exe.
Agora, basta clicar em Change Logon Screen e escolher a imagem de sua preferência. A única limitação é que ela precisa ter menos de 256 KB, ou será rejeitada.

O Windows 7, o logon seguro não vem habilitado por padrão, para dar mais agilidade e rapidez na hora de efetuar o login. Contudo, é importante manter o seu computador sempre o mais seguro possível. Se você não se importa em perder alguns décimos de segundo pressionando as teclas CTRL+ALT +DELETE antes de fazer o login, é recomendado habilitar o logon seguro.

Dessa forma, o Windows oferece uma camada adicional de segurança para o seu computador, garantindo que a tela de autenticação do Windows apareça.

Quando habilitado, o logon seguro não permite que um malware, vírus ou spyware, intercepte seu nome de usuário e senha enquanto você os digita. O logon seguro também impede que algum programa malicioso imite a tela de logon para roubar suas informações.

Para habilitá-lo, siga os passos:
1. Clique no botão Iniciar, digite netplwiz na caixa Pesquisar e pressione ENTER.
2. Clique na aba Avançado e marque a opção Exigir que os usuários pressionem Ctrl+Alt+Delete. Clique OK.

Como instalar o JDK no Ubuntu

Publicado: 08/02/2012 em Tutorial

Os seguintes comandos instalam automaticamente o JDK por meio de apt-get no Ubuntu:

$ sudo apt-get update

Caso peça a senha, insira a mesma e aguarde as listas do repositório serem atualizadas.

$ sudo apt-get install sun-java6-jdk

Caso peça a senha, insira a mesma e aguarde o programa ser instalado.

$ java -version

Verifique a versão do java que foi instalado e com isso a confirmação da instalação. Deverá retornar uma informação semelhante a essa:

java version “1.6.0_07”
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.6.0_07-b06)
Java HotSpot(TM) Client VM (build 10.0-b23, mixed mode, sharing)

Por padrão o Ubuntu instala o JDK no seguinte diretório:

$ ls -ln /usr/lib/jvm/

O comando deverá retornar uma informação semelhante à abaixo, mostrando o diretório e o link do mesmo diretório onde fica o JDK:

total 0
lrwxrwxrwx 1 0 0 19 2008-10-15 16:43 java-6-sun -> java-6-sun-1.6.0.07
drwxr-xr-x 8 0 0 360 2008-10-15 16:44 java-6-sun-1.6.0.07

Como configurar o velox no Ubuntu

Publicado: 08/02/2012 em Tutorial

Observações:
– Caso seja usuário do Kubuntu substitua as ocorrências de gedit por kate
– Você só precisa fazer isso uma vez. Sempre que reiniciar o micro, você já estará automaticamente conectado. Caso não esteja, utilize o comando “pon dsl-provider” para conectar e “poff” para desconectar.

Passos

1 – Abra um terminal e digite:
sudo pppoeconf

Anote o nome da placa encontrada pelo Concentrador de Acesso. Se sua máquina tiver apenas uma placa, ela será sempre eth0, mas se houver mais de uma, o Concentrador poderá utilizar a eth1 ou eth2, etc.
Clique em OK (ou Yes) e quando lhe for pedido seu login, digite-o no formato: login@provedor. Em seguida, será pedida sua senha no provedor.
Continue clicando em OK (ou Yes) até o final.

2 – Inicie seu navegador: se tudo correu bem, você já conseguirá navegar.

Se nada acontecer e houver uma mensagem no canto inferior esquerdo dizendo “Localizando site (ou Looking up site)”, feche o navegador, abra um terminal e digite:
sudo route add default ppp0

Esse comando fará com que a navegação seja feita pela placa virtual ppp0, e não pela sua placa física.

Reabra o navegador e veja se tudo está ok; se não estiver, rode novamente o pppoeconf, conforme explicado no passo 1. Se ainda assim a conexão não for estabelecida, reinicie o micro e refaça os passos 1, 2 e 3.

Caso não consiga conectar ou nos casos em que você consegue navegar porém precisa rodar o pppoeconf cada vez que liga o computador, faça o seguinte:

1 – Abra um terminal e digite:
sudo gedit /etc/network/interfaces

Substitua todo o texto do arquivo por este, respeitando os espaços e as linhas em branco; depois salve-o e feche-o:

# /etc/network/interfaces — configuration file for ifup(8 ), ifdown(8 )

# The loopback interface
# automatically added when upgrading
auto lo
iface lo inet loopback

auto dsl-provider
iface dsl-provider inet ppp
provider dsl-provider
# please do not modify the following line
pre-up /sbin/ifconfig eth0 up # line maintained by pppoeconf

# added by pppoeconf
auto eth0
iface eth0 inet manual

Obs: Se for seu caso, substitua todas as ocorrências de eth0 por eth1, ou eth2, eth3, etc.

2 – Ainda no terminal, digite:
sudo gedit /etc/ppp/peers/dsl-provider

Igualmente, substitua todo o texto do arquivo por este; depois salve-o e feche-o.
obs: pode acontecer do arquivo estar vazio; nesse caso, você não vai substituir, vai incluir.

# Minimalistic default options file for DSL/PPPoE connections
# /etc/ppp/peers/dsl-provider

noipdefault
defaultroute
replacedefaultroute
hide-password
#lcp-echo-interval 30
#lcp-echo-failure 4
noauth
persist
#mtu 1492
usepeerdns
plugin rp-pppoe.so eth0
user “login@provedor”

Atenção:
a – na penúltima linha, substitua eth0 por eth1 ou eth2, eth3 etc, se for o seu caso.
b – na última linha, substitua login@provedor por seu login em seu provedor, respeitando as aspas.

3 – Rode o pppoeconf com seguinte comando:
sudo pppoeconf

Vá clicando em OK (ou Yes) e forneça seu login e senha quando solicitado, no formato exposto no passo 1. Abra o navegador e já estará conectado. Pode ser necessário reiniciar a máquina ainda uma vez.

Este tutorial irá mostrar como desligar/reiniciar um computador remotamente sem a necessidade de enviar um “trojan horse” ou ter qualquer contato com a máquina. Isto exigirá pouca habilidade com o DOS.

Passo 1: Encontre o nome do computadorFind their computor name

Digite “net view”.
Será apresentada uma lista com os nomes dos computadores conectados à rede.Outra forma é clicar com o botão direito do mouse em Meu computador >> Propriedades e veja o nome do computador.
Passo 2: shutdown-i
Shutdown -i
Digite shutdown-i e uma caixa de diálogo deverá aparecer.
Shutdown -i
Passo 3: Adicionando computadores
Type
Digite o nome ou o ip dos computadores.
Type
Caso queira informar alguma mensagem, digite-a e informe o tempo. Clique em Ok.